Grupo Materna CRI ganha Selo Municipal de Direitos Humanos e Diversidade

O Selo de Direitos Humanos e Diversidade é uma iniciativa da Secretaria de Direitos Humanos e Cidadania da prefeitura de São Paulo e  conhece boas práticas de gestão da diversidade e promoção dos direitos humanos em empresas, órgãos públicos e organizações do terceiro setor.

Na edição de 2019, o projeto grupo Materna CRI ganhou o reconhecimento do Selo na categoria “Mulheres” e fará parte da Rede do Selo 2020. O Selo possui validade de 1 ano e o objetivo dessa proposta é inspirar as organizações a aprofundarem suas iniciativas e expandi-las para outras dimensões e categorias.

O grupo Materna CRI foi criado em 2018 por colaboradoras da área assistencial do Centro de Referência do Idoso (CRI Norte) e desde então tem realizado atividades como palestras, rodas de bate-papo e orientações para as gestantes da empresa. Para apoiar o aleitamento materno no retorno da licença-maternidade, as mães podem contar com a sala de apoio à amamentação. O objetivo do grupo é proporcionar um espaço para troca de experiências e saberes relacionados a maternidade. É voltado para gestantes, mães e todas as mulheres que queiram participar e contribuir com esse tema.

O programa Selo de Direitos Humanos e Diversidade, como projeto do Programa de Metas da Cidade de São Paulo 2017-2020, surgiu da constatação de que a inserção no mercado de trabalho é fundamental para a promoção da igualdade em direitos, ao permitir que as pessoas vivam com dignidade e respeito e construam sua noção de cidadania. A partir disto, a Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania buscou se colocar neste debate através do reconhecimento de boas práticas de diversidade e inclusão nos organizações.